Download teoria_01_desenho_técnico PDF

Titleteoria_01_desenho_técnico
TagsCiência Ciencia (General) Diseño de comunicación Dibujo Dibujo técnico
File Size473.8 KB
Total Pages10
Document Text Contents
Page 2

2

Margens: Segundo as normas, cada formato possui determinadas dimensões para as
suas margens, conforme tabela a seguir:

Folha Margem
esquerda (mm)

Demais
margens (mm)

 A0 25 10
 A1 25 10
 A2 25 7
 A3 25 7
 A4 25 7

 A margem da esquerda sempre é maior que as demais, pois é nesta
margem que as pranchas de papel são furadas para fixação nas pastas.

Configuração do formato: A seguir estão às partes do formato de desenho e a
posição de cada um dos elementos, normalmente a parte acima ou à
esquerda do selo (da legenda) é reservada para as marcas de revisão, para
observações, convenções e símbolos utilizados no projeto.

Posição de leitura: A representação e a escrita devem estar posicionados de forma que
possam ser lidos a partir da base do formato de desenho ou de sua direita,
conforme desenho a seguir.

Page 6

6

Instrumentos de Desenho Técnico:

Objetivo: Obter linhas retas, paralelas e perpendiculares assim como circunferências e
arcos na elaboração de desenhos técnicos e arquitetonicos

1- Prancheta de Desenho: mesa apropriada para execução de desenhos com
dimensões, altura e inclinação apropriadas.

2- Régua Paralela: é o instrumento que garante o paralelismo horizontal dos
desenhos.

3- Esquadros: são os instrumentos que garantem a angulação necessária ao desenho
técnico, além da perpendicularidade podemos obter os ângulos de 30°, 60° e 45°
conforme apoio na régua paralela.

4- Compasso: instrumento com o qual se traça circunferências e arcos de
circunferências de raios variados.

5- Gabaritos: são matrizes usados para desenho de diversas formas como
circunferências, elipses, peças sanitárias, mobiliário e etc.

6- Escalímetro: régua graduada contendo 6 escalas, neste caso, de redução. Seus
recursos serão descritos no item a seguir.

Orientações para o uso dos esquadros:

Page 7

7

Escalas:

“ Escala é ... a relação que existe entre as dimensões de um desenho e seus
correspondentes no objeto real; portanto, escala nada mais é do que uma
razão de semelhança. Sendo assim toda escala é expressa por uma fração;
esta fração é chamada escala numérica e sua representação gráfica chama-
se escala gráfica.” (Rangel, 1965).

Existem três tipos de escalas:

- Escala Natural: O objeto esta representado no desenho na medida do
objeto real, ou seja, na razão 1 para 1.

- Escala de Redução: O objeto representado no desenho é de grandes
proporções, sendo assim utiliza a escala de redução para possibilitar sua
representação no papel.
 As escalas de redução são representadas da seguinte forma: 1:20; 1:25;
1:50; 1:75; 1:100, 1:125. Ex.: 1/25 – Um para vinte e cinco  – onde 1 metro
real é reduzido 25 vezes.

- Escala de ampliação: Quando o objeto que esta sendo representado é
muito pequeno, precisando ser ampliado para melhor interpretação do
projeto. Ex.: 2:1 – Dois para um – o desenho é duas vezes maior que o real.

Similer Documents